2014 foto1 - noruega
Equipes do NVI e do Aquacen na primeira missão brasileira à Noruega
2015 foto2 - fazenda
Visita das equipes do NVI e do Aquacen a uma fazenda produtora de tilápia em Minas Gerais
2015 foto3 - brasil
Equipes do NVI e do Aquacen no workshop de anemia infecciosa do salmão em Belo Horizonte, durante a missão norueguesa ao Brasil

Interação Brasil-Noruega via Organização Mundial de Saúde Animal

Atualmente o AQUACEN - Saúde Animal está envolvido em um projeto de “Twinning” pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) em parceria com o Instituto Nacional de Veterinária (Norwegian Veterinary Institute - NVI) de Oslo, que é um dos laboratórios de referência da OIE. Este tipo de projeto tem como objetivo a transferência de conhecimento entre laboratórios, a capacitação de recursos humanos e a cooperação científica entre as partes envolvidas. Esta interação estratégica entre Brasil e Noruega na área de sanidade de animais aquáticos tem como foco a anemia infecciosa do salmão, doença viral de grande importância para a Aquacultura, bem como na área de diagnóstico dos vírus de peixes tropicais.
 
O projeto, que teve início em 2014 e tem previsão de término para 2017, conta com a interação de equipes de pesquisadores de ambos os países. Ainda em 2014 uma equipe de pesquisadores do AQUACEN visitou as instalações do NVI e participou de reuniões e treinamentos, e em 2015 a equipe norueguesa visitou o AQUACEN e também fazendas de produção de tilápias no Brasil.
 
Após a visita, como parte da interação do projeto de “Twinning”, o NVI enviou amostras cegas para serem processadas e diagnosticadas pelo AQUACEN. Os resultados obtidos tiveram 100% de acerto em testes de biologia molecular e sequenciamento. Estes resultados tornaram a RENAQUA qualificada para execução de diagnóstico e genotipagem do vírus da anemia infecciosa do salmão. As próximas etapas envolverão as atividades de isolamento viral e histopatologia.